Estava sentado no sofá de seu gabinete quando a assistente abriu a porta e entrou.

– O senhor chamou?

“Chamei. Pede para ela vir aqui para conversar comigo.”

– Já avisei, senhor. Ela está descendo.

Passaram-se poucos minutos até que ela entrasse na sala. Formalidades mínimas entre pessoas que se viam todos os dias. Na maior parte do tempo, três ou quatro vezes por dia.

Ela já foi se antecipando, sem saber o que o chefe queria discutir, na ânsia de apresentar os temas de seu interesse:

­– Já mandei aquele recado ao líder. Se não houver acordo, vamos ter que seguir o plano do careca.

“Tá, mas não é disso que eu quero falar. Mas se precisar eu ligo para o líder e reforço. Vai funcionar. Quero tratar de outra coisa. Quero conversar sobre 2010.”

– Claro.

“Andei conversando com uns companheiros. O que você acharia de ser minha candidata?”

– Eu??? Mas por que eu? Não era para ser o baiano?

“Acho você mais competente. Além do mais, você ouve melhor do que ele e, sabe como é, nossas conversas demonstram que você está na mesma frequência que eu.”

– Olha, claro que fico lisonjeada. Mas não sei o que dizer.

“Não diga nada. Algumas coisas nós iremos debatendo e programando juntos. No geral, imagino que você está mais do que preparada. O país precisa de alguém como você. Alguém que faça, sem rodeios na fala. Alguém que fale claro com o povo. Nada das palavras difíceis daquele pessoal do PSDB…hehehe.”

– Hahahahaha.

“Hahahahahaha.”

“Tenho certeza de que o partido ficará muito feliz. Mais do que isso, andei percebendo um comportamento dúbio do nosso principal partido aliado. Por isso, como você tem um bom trânsito com eles…”

– Tenho…

“Então, tem um bom trânsito com eles, esse problema não aconteceria.”

– Mas o que fez você desistir do baiano?

“Outro dia estava com ele no Castelo e estava testando ele. Perguntei algumas coisas sobre economia, energia, etc..”

“Ele me soou muito intervencionista. Disse que faria uns ajustes aqui, outros ali…traria alguns amigos da Bahia que trabalharam com ele no passado…”

– Ihhhh…

“Foi o que pensei…a última coisa que eu preciso é alguém que mexa em time que está ganhando.”

– Bom, será uma honra.. e nada melhor do que ter um mentor…alguém como você ao meu lado.

“Estarei sempre ao seu lado..mas não precisará. Você sabe exatamente o que fazer.”

– Aprendi bem esses últimos anos. Mas com um consultor como você, nada poderia dar errado.

“Consultor? Sabe que você me deu uma ideia…”

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here